Como usar roteador como repetidor Wi-Fi da Live TIM

Recentemente contratei a internet fibra da Live TIM e por questão de praticidade, optei por manter o modem/roteador na sala, onde é o ponto de entrada do cabeamento. Entretanto essa localização não foi muito favorável, já que deixa pontos cegos nos quartos. Daí veio a ideia: poderia usar o roteador que temos sobrando para repetir o sinal para os outros cômodos, não? Abaixo explico como fiz isso e qual foi a minha experiência. Continue lendo

Falha no fluxo de compra online da Azul Linhas Aéreas

Recentemente comprei passagens no site da Azul e me deparei com um problema: o uso de Dark Patterns no fluxo de finalização de compra. Pelo simples posicionamento de botões e pelo processo de navegação, o usuário pode ser levado (sem perceber) a contratar serviços adicionais.

Já compro passagens online há algum tempo e percebo que há um certo caminho padrão no momento de concretizar a compra:

  1. Preencher dados dos passageiros
  2. Escolher assento (esse também pode ser o último passo)
  3. Escolher a forma de pagamento

No site da Azul, há uma pequena diferença. No estágio 2, que seria para escolher assento, ela apresenta as poltronas Espaço Azul, que são mais espaçosas (pagas). E restante dos assentos? São exibidos do após o pagamento.

Quando comprei com eles pela primeira vez, por acidente, quase peguei um assento desse. Fiquei em dúvida se seria possível fazer essa reserva depois ou se todos eram pagos mesmo (como era na finada Webjet). Não tinha reparado a barra de progresso.

Já no site da Gol, há maior clareza no momento da escolha, já que mostram todos os assentos e uma melhor legenda para o mapa da aeronave:

Escolha de assentos na GOL

Outro ponto falho é a tela anterior ao pagamento. O botão do lado direito, que usualmente denota a ação principal, representa a contratação do seguro de viagem. Se o usuário não quiser o serviço, terá que ficar atento e clicar no botão esquerdo.

Opção de seguro de viagem no site da Azul

Esses são pequenos detalhes, mas que, por design, levam usuário ao erro. Somos acostumados a sempre clicar em “Avançar” e não reparar nos detalhes. Os desatentos acabam levando a pior.

Não sou profissional de UX (User Experience) e posso estar enganado, mas esses são pontos que me incomodaram. Gosto da companhia, porém não concordo com essa prática.

Deixo aqui duas recomendações de leitura:

Como foi o InterCon WordPress 2014

Logo do WordPress

Ontem participei, aqui em São Paulo, do InterCon WordPress 2014, evento organizado pelo portal iMasters. Embora o foco principal fosse WordPress, o conteúdo não ficou restrito à criação de temas e de plugins. Pelo contrário, os temas das palestras foram mais abrangentes e estavam ligados a como trazer as novas práticas e ferramentas de desenvolvimento web para dentro do CMS.
Continue lendo

Como tirar screenshots no Firefox sem plugin

Tirar um print de uma página web é simples quando a área visível é tudo o que você deseja capturar. Mas e se você precisa de um screenshot de toda a página, abrangendo tudo que está “escondido” pelo scroll? E que tal pegar apenas um fragmento dela?

No Chrome, a extensão Screen Capture, do próprio Google, é indispensável. Já para Firefox, se linhas de códigos não te assustam, você pode recorrer à solução nativa disponível na barra do desenvolvedor (developer toolbar).

Continue lendo